Curso de Dietética e Alimentação


Obesidade gr

Ao juntarmos num único curso a Medicina Chinesa, a Dietética e a História da Alimentação pretendemos dar ao público novas perspectivas sobre o acto de comer. Um pouco por toda a parte a alimentação, tal como a cultura em geral, tende cada vez mais a massificar-se. Isto leva a que pouco a pouco uma nova cultura alimentar, gastronómica e não dietética, da indústria do “pronto a comer” se imponha ao comum dos cidadãos como o “normal”, como o “foi sempre assim”.
Impõe-se uma norma e quem fugir à mesma torna-se estranho perante os outros, um autêntico fora de casta.
Algo semelhante se passou e passa por exemplo com o traje: massificação e imposição do vulgar. Na alimentação a dietética foi substituída pela gastronomia e pela “gula” sem grande alarido mas aqui queremos alertar para o facto de não ter sido sempre assim.
A alimentação equilibrada e dirigida para a saúde foi uma realidade civilizacional do passado até muito recentemente e há que perceber até que ponto a distanciação da dietética nos trouxe novos problemas sociais e culturais decorrentes da perda de saúde dos povos pela sua alteração dos hábitos alimentares. Há que recuperar tempo e saúde perdidas. Assim este curso pretende fornecer conhecimentos teóricos e práticos, do “como e porquê” e também do “como fazer”.

Formadora do Curso:

Detalhes do Curso:

Nome: Curso de Dietética e Alimentação
Edição: 5ª Edição
Duração: 36 horas Destinatários: Público em Geral
ID : CDA Data de Inicio:
Regulamento: Consultar aqui Localização: ESMTC – Lisboa

Informações:

Apresentação

Ao juntarmos num único curso a Medicina Chinesa, a Dietética e a História da Alimentação pretendemos dar ao público novas perspectivas sobre o acto de comer. Um pouco por toda a parte a alimentação, tal como a cultura em geral, tende cada vez mais a massificar-se. Isto leva a que pouco a pouco uma nova cultura alimentar, gastronómica e não dietética, da indústria do “pronto a comer” se imponha ao comum dos cidadãos como o “normal”, como o “foi sempre assim”.
Impõe-se uma norma e quem fugir à mesma torna-se estranho perante os outros, um autêntico fora de casta.
Algo semelhante se passou e passa por exemplo com o traje: massificação e imposição do vulgar. Na alimentação a dietética foi substituída pela gastronomia e pela “gula” sem grande alarido mas aqui queremos alertar para o facto de não ter sido sempre assim.
A alimentação equilibrada e dirigida para a saúde foi uma realidade civilizacional do passado até muito recentemente e há que perceber até que ponto a distanciação da dietética nos trouxe novos problemas sociais e culturais decorrentes da perda de saúde dos povos pela sua alteração dos hábitos alimentares. Há que recuperar tempo e saúde perdidas. Assim este curso pretende fornecer conhecimentos teóricos e práticos, do “como e porquê” e também do “como fazer”.
A dietética à luz da Medicina Tradicional Chinesa que iremos apresentar pretende apresentar algumas soluções para inúmeros problemas de saúde na actualidade quer através da enunciação das características e qualidades dos alimentos com suas respectivas aplicações terapêuticas quer através da demonstração de como preparar esses mesmos alimentos. A componente histórica pretende essencialmente consciencializar o público para o facto da alimentação e saúde estarem associados ao longo de toda a construção da humanidade e de como isso pode ser central nas nossas vidas na actualidade.

 

Objectivos Específicos

No final do curso, os formandos deverão ser capazes de;

Conhecer a Dietética da Medicina Tradicional Chinesa.

Aplicar os conhecimentos de Dietética na vida quotidiana.

Relacionar a alimentação com o espaço social, cultural e histórico.

Programa e Avaliação

Modulo I
1 – Introdução à dietética
2 – Introdução à dietética na medicina chinesa
3 – Métodos de preparação/confecção dos alimentos e sua classificação segundo a MTC.
4 – Dietética e Cultura
5- História da alimentação em Portugal
Componente prática
Preparação e confecção de uma refeição que inclui 3 pratos principais e uma sobremesa.
A refeição será acompanhada com infusões ou decocções apropriadas.
Dia do Baço – Pâncreas.
Todos os pratos serão direccionados terapeuticamente para as síndromes do BP.Modulo II
1- Classificação dos alimentos segundo a MTC.
2 – A dietética adequada às estações do ano.
3 – Terapêutica dietética da MTC aplicada às diferentes síndromes.
4 – Dietas alimentares aplicadas às síndromes da MTC
5 – A Dietética no Ocidente até à Idade Média
6 – Estruturas alimentares na Idade Média
Componente prática
Preparação e confecção de uma refeição que inclui 3 pratos principais e uma sobremesa.
A refeição será acompanhada com infusões ou decocções apropriadas.
Dia do Fígado.
Todos os pratos serão direccionados terapeuticamente para as síndromes do Fígado.Modulo III
1-Dietética associada a cada síndrome da mtc.
2- Análise de casos clínicos e indicações terapêuticas.
3 – Identificação de padrões de desequilíbrio energético associados aos hábitos alimentares.
4 – Dietética e emoções.
5 – Compatibilidade das várias categorias de alimentos.
6 – Dietética versus Gastronomia, do século XV à actualidade
7 – Novas tendências no século XX
Componente prática
Preparação e confecção de uma refeição que inclui 3 pratos principais e uma sobremesa.
A refeição será acompanhada com infusões ou decocções apropriadas.
Dia do Rim.
Todos os pratos serão direccionados terapeuticamente para as síndromes do Rim.

Avaliação final

Avaliação inicial
Feita pela observação do formador

Avaliação continua
Feita pela realização de Trabalhos práticos na aula e pela participação dos formandos.
60%

Avaliação final
Será elaborado um Trabalho prático de Elaboração de receitas especificas para cada syndrome da medicina chinesa.
40%

Datas do Curso :

Módulo I |

Módulo II |

Módulo III |

Horário das 10h às 13h | 14h às 17h

Total de horas do curso : 36 hrs

Investimento

O valor total do curso é de 320€

O valor por módulo é de 120€ cada

Para realizar a inscrição deve realizar o pagamento de 50% do valor do curso, sendo que o curso deve ser liquidado 48horas antes do seu inicio.

 

 

Formadora:

Certificação:

Este curso é certificado pela DGERT.
No fim do curso os formandos recebem um certificado emitido pela plataforma SIGO

Informações :

Apresentação

Ao juntarmos num único curso a Medicina Chinesa, a Dietética e a História da Alimentação pretendemos dar ao público novas perspectivas sobre o acto de comer. Um pouco por toda a parte a alimentação, tal como a cultura em geral, tende cada vez mais a massificar-se. Isto leva a que pouco a pouco uma nova cultura alimentar, gastronómica e não dietética, da indústria do “pronto a comer” se imponha ao comum dos cidadãos como o “normal”, como o “foi sempre assim”.
Impõe-se uma norma e quem fugir à mesma torna-se estranho perante os outros, um autêntico fora de casta.
Algo semelhante se passou e passa por exemplo com o traje: massificação e imposição do vulgar. Na alimentação a dietética foi substituída pela gastronomia e pela “gula” sem grande alarido mas aqui queremos alertar para o facto de não ter sido sempre assim.
A alimentação equilibrada e dirigida para a saúde foi uma realidade civilizacional do passado até muito recentemente e há que perceber até que ponto a distanciação da dietética nos trouxe novos problemas sociais e culturais decorrentes da perda de saúde dos povos pela sua alteração dos hábitos alimentares. Há que recuperar tempo e saúde perdidas. Assim este curso pretende fornecer conhecimentos teóricos e práticos, do “como e porquê” e também do “como fazer”.
A dietética à luz da Medicina Tradicional Chinesa que iremos apresentar pretende apresentar algumas soluções para inúmeros problemas de saúde na actualidade quer através da enunciação das características e qualidades dos alimentos com suas respectivas aplicações terapêuticas quer através da demonstração de como preparar esses mesmos alimentos. A componente histórica pretende essencialmente consciencializar o público para o facto da alimentação e saúde estarem associados ao longo de toda a construção da humanidade e de como isso pode ser central nas nossas vidas na actualidade.

 

Objectivos Específicos

No final do curso, os formandos deverão ser capazes de;

Conhecer a Dietética da Medicina Tradicional Chinesa.

Aplicar os conhecimentos de Dietética na vida quotidiana.

Relacionar a alimentação com o espaço social, cultural e histórico.

Programa e Avaliação

Modulo I
1 – Introdução à dietética
2 – Introdução à dietética na medicina chinesa
3 – Métodos de preparação/confecção dos alimentos e sua classificação segundo a MTC.
4 – Dietética e Cultura
5- História da alimentação em Portugal
Componente prática
Preparação e confecção de uma refeição que inclui 3 pratos principais e uma sobremesa.
A refeição será acompanhada com infusões ou decocções apropriadas.
Dia do Baço – Pâncreas.
Todos os pratos serão direccionados terapeuticamente para as síndromes do Baço Pancreas.

Modulo II
1- Classificação dos alimentos segundo a MTC.
2 – A dietética adequada às estações do ano.
3 – Terapêutica dietética da MTC aplicada às diferentes síndromes.
4 – Dietas alimentares aplicadas às síndromes da MTC
5 – A Dietética no Ocidente até à Idade Média
6 – Estruturas alimentares na Idade Média
Componente prática
Preparação e confecção de uma refeição que inclui 3 pratos principais e uma sobremesa.
A refeição será acompanhada com infusões ou decocções apropriadas.
Dia do Fígado.
Todos os pratos serão direccionados terapeuticamente para as síndromes do Fígado.

Modulo III
1-Dietética associada a cada síndrome da mtc.
2- Análise de casos clínicos e indicações terapêuticas.
3 – Identificação de padrões de desequilíbrio energético associados aos hábitos alimentares.
4 – Dietética e emoções.
5 – Compatibilidade das várias categorias de alimentos.
6 – Dietética versus Gastronomia, do século XV à actualidade
7 – Novas tendências no século XX
Componente prática
Preparação e confecção de uma refeição que inclui 3 pratos principais e uma sobremesa.
A refeição será acompanhada com infusões ou decocções apropriadas.
Dia do Rim.
Todos os pratos serão direccionados terapeuticamente para as síndromes do Rim.

Avaliação final

Avaliação inicial
Feita pela observação do formador

Avaliação continua – 60%
Feita pela realização de Trabalhos práticos na aula e pela participação dos formandos.

Avaliação final – 40%
Será elaborado um Trabalho prático de Elaboração de receitas especificas para cada síndrome da medicina chinesa.

Data do Curso de Certificação Internacional de Practitioner em PNL

Módulo I |

Módulo II |

Módulo III |

Horário das 10h às 13h | 14h às 17h

Total de horas do curso : 36 hrs

Destinatários

Este curso destina-se a ao público em geral

Inscrição :

Para realizar a inscrição pode preencher o formulário disponível nesta pagina ou dirigir-se à secretaria da ESMTC.

Na inscrição deve realizar o pagamento de 50% do valor do curso.

O curso deve estar todo liquidado 48horas antes do seu inicio.

A inscrição só se considera efectiva mediante o comprovativo de pagamento.

Número mínimo de participantes: 8
Número máximo de participantes: 20

Investimento

O valor total do curso é de 320€

O valor por módulo é de 120€ cada

Para realizar a inscrição deve realizar o pagamento de 50% do valor do curso, sendo que o curso deve ser liquidado 48horas antes do seu inicio.

 

 

Formadora:

Certificação:

Este curso é certificado pela DGERT.
No fim do curso os formandos recebem um certificado emitido pela plataforma SIGO

Pré Inscrição | Pedido de Informações:

Nome
Email
Como teve Conhecimento deste curso?

Aceita que podemos processar os seus dados de acordo com as Regras de Protecção de dados da ESMTC.

Consulte aqui as Regras de Protecção de dados