Consulta de Medicina Tradicional Chinesa


Pulsos

Todos os recursos da Medicina Tradicional Chinesa à sua disposição

 em cada consulta e em cada tratamento.

Centro de Consultas de Acupunctura e Medicina Tradicional Chinesa

O nosso Centro de Consultas conta com várias equipas terapêuticas dirigidas por especialistas de Medicina Tradicional Chinesa.

As nossas equipas obedecem a um código de ética e um código de prática segura que impõem rigorosos princípios de disciplina, segurança e qualidade.

Todos os chefes de clínica possuem longos anos de experiência terapêutica.

Uma filosofia de prevenção e tratamento diferentes…

Aqui encontra uma filosofia de prevenção e tratamento onde o estado de saúde ou desequilíbrio energético do corpo é inseparável das condições da mente e das emoções, do ambiente, das estações do ano, das fases do ciclo diário, do tipo de actividade laboral, das condições sociais envolventes.

Todos estes factores, tão familiares, devem ser necessariamente levados em consideração na prática clínica, para a compreensão da origem dos distúrbios, do significado das melhorias ou agravamento dos sintomas e para o planeamento da cura e da prevenção.

FAQ's

Em que consiste uma consulta de Medicina Tradicional Chinesa?

Numa primeira consulta é feito um diagnóstico energético, segundo os princípios da medicina tradicional chinesa, rigoroso e completo que inclui o exame dos pulsos, o exame da língua, outros aspectos observáveis no corpo tal como variações de temperatura e pontos de assentimento dos órgãos, e um diálogo que cobre todos os aspectos da sua saúde e que ajuda a clarificar os sintomas. Este é um sistema abrangente e, por vezes, algumas questões podem não estar totalmente relacionadas com a queixa principal, mas procuramos tratar a pessoa como um todo. Esta aproximação holística possibilita ao especialista de MTC o acesso à complexidade do caso de cada utente procurando ir à causa da doença ou do desequilíbrio energético.

Quando completado o diagnóstico, será esboçado um plano de tratamentos, o mais adequado numa perspectiva de integração e mútua potenciação das várias técnicas de medicina tradicional chinesa, e sempre supervisionado pelo(a) coordenador(a) de equipa: acupunctura/moxabustão, fórmulas de plantas medicinais e massagem tuina. Por último, e se tal for necessário, receberá ainda recomendações de dietética tradicional chinesa, de prática pessoal de exercícios energéticos (qigong – lê-se chikung) e conselhos de saúde relativos a hábitos e modo de vida.

Em MTC, tanto o especialista como o paciente participam no tratamento, o praticante com a sua experiência e competência profissional e o paciente ao tomar conta de aspectos do seu dia-a-dia para alcançar uma vida saudável. Esta colaboração proactiva é fundamental na MTC.

É conveniente levar exames e análises clínicas para a consulta de MTC?

O diagnóstico próprio da MTC, aperfeiçoado ao longo de milhares de anos antes das novas técnicas da medicina convencional, tem o seu fundamento no interrogatório clínico, na observação do paciente, principalmente da língua e na análise dos pulsos radiais onde se reflecte o estado energético de cada um dos órgãos e vísceras do corpo humano.

No entanto, os especialistas de MTC têm formação específica para interpretar e avaliar, de uma forma geral, exames e análises clínicas. O conhecimento destas permite, em certos casos, direccionar os tratamentos de MTC com mais precisão e acompanhar, por este meio adicional aos da MTC, a melhoria do estado do paciente, pelo que poderá haver utilidade em apresentar esta informação ao especialista de MTC.

O que devo saber acerca dos tratamentos propostos?

Quem o atende numa consulta de Acupunctura/Medicina Tradicional Chinesa deverá explicar a natureza da sua perturbação bem como a lógica do tratamento que recomenda. Seguidamente analisará consigo os benefícios e limitações do tratamento proposto, bem como as outras opções de tratamento existentes.

Se o tratamento incluir Acupunctura serão seleccionados os pontos de acupunctura considerados convenientes. Depois de localizados, introduzem-se as agulhas e manipulam-se conforme as exigências do tratamento a ser efectuado. Seguidamente, a agulha ou é retirada imediatamente ou deixada durante algum tempo, que pode variar usualmente entre 10 e 30 minutos,

Se tiver feito moxa (aquecimento dos pontos de acupunctura com cones ou charutos de artemísia), não deverá tomar banho nem apanhar correntes de ar durante 2 horas após o tratamento.

Que cuidados devo ter após um tratamento?

Quando o tratamento inclui massagem ou acupunctura o seu organismo poderá ter, durante cerca de 72 horas, algumas reacções a que chamamos reequilíbrio energético.

Durante esse tempo o organismo vai-se auto-equilibrar.

Se sentir vontade de estar deitado(a) ou tiver alguma pequena reacção fora do normal que não seja particularmente excessiva deve tentar respeitá-la, dentro do razoável, pois esta é uma forma de o organismo se regenerar ou readaptar. As reacções durante esta fase devem ser tomadas em consideração e relatadas no tratamento/consulta seguinte.

Que critérios devo usar para escolher um acupunctor ou especialista de MTC?

Os pacientes devem apurar onde o praticante obteve a sua formação, quanto tempo durou, há quanto tempo exerce e qual a sua experiência no tratamento da sua perturbação específica.

Qual a diferença entre Acupunctura e Medicina Tradicional Chinesa (MTC)?

A Acupunctura, desinserida da MTC e das respectivas teorias, seria apenas a introdução de agulhas filiformes em determinados pontos do corpo. Que pontos e que canais energéticos devem ser usados num tratamento? Qual a patologia energética que o paciente apresenta? Estas são perguntas que só podem ser respondidas pela teoria da MTC. É claro que um acupunctor “amador”, não conhecedor das teorias e métodos da MTC, que são a base da Acupunctura, pode seleccionar alguns pontos a partir de uma visão ocidental do corpo humano. Hoje em dia estabeleceu-se já alguma relação entre patologias da medicina ocidental e o seu tratamento por Acupunctura. Mas, assim, esse acupunctor deixa de ter a visão holística, integral do ser humano e deixa de pensar o corpo em termos energéticos. E, por essa razão, os resultados são inferiores, muito mais lentos e poderão ser, nalguns casos, mesmo contraproducentes, diminuindo ainda o campo de aplicação desta técnica terapêutica da MTC.

A MTC é uma medicina energética, ou seja, toma como base a existência de uma estrutura energética no corpo físico, e afirma que no nosso corpo a energia circula por canais que têm pontos específicos que, ao serem puncturados, reorganizam a circulação energética por todo o corpo. A doença, por sua vez, é sempre uma desorganização da energia funcional que controla e dinamiza os órgãos.

É este o sistema que beneficia de experimentação e aperfeiçoamento ininterrupto há vários milhares de anos: com ele se obtêm resultados mais rápidos e profundos em Acupunctura. Sem ele, a Acupunctura fica reduzida a uma prática moderna empírica, sem história científica e de alcance muito mais limitado.

Contactos:

Ligar 213 475 605

E-mail: esmtc@esmtc.pt

Morada: Rua de Dona Estefânia, nº 173

Lisboa – Portugal

Chefes de Clínica