O Qi ou energia


A expressão Qi usa-se para denominar as substâncias essenciais que mantêm a vitalidade do corpo. São vários os tipos de Qi ou energia que existem. Conheça-os neste artigo

Na filosofia tradicional chinesa é a substância fundamental que constitui o universo e todos os fenómenos são criados por alteração dos movimentos do Qi ou energia. Este protege-nos da doença e mantém o nosso corpo quente. O Qi é yang e o sangue é yin e é ele que cria todos os nossos movimentos. Protege-nos dos agentes patogénicos externos e exerce uma actividade de controlo e transformação.

A expressão Qi usa-se para denominar as substâncias essenciais que mantêm a vitalidade do corpo.

O Qi é único mas as suas representações são múltiplas e, na prática, podemos associar-lhe um qualificativo que determinará a sua localização e função.

Podemos classificá-lo de acordo com a sua origem, função e distribuição. De acordo com a origem conhecem-se dois tipos:

  • O Qi ou energia, congénito ou pré natal.
  • O Qi ou energia, adquirido ou pós natal.

Cada um deles depende do outro para a sua produção e manutenção. O Qi congénito é herdado dos pais e actua com força essencial para manter as actividades da vida.

O Qi ou energia pós natal apresenta 4 tipos:

Yuan Qi

Formado pelo Qi pré natal e posteriormente pelo Qi adquirido com a alimentação depois do nascimento. O Yuan Qi situa-se na região chamada Ming Men ou porta da vida, na parte posterior do tronco à altura dos rins (entre a 2ª e a 3ª lombares) sendo transportado por todo corpo pelo triplo aquecedor .

Quando este Qi é abundante os órgãos internos e o tecido do corpo funcionam normalmente, o corpo humano poderá manter a saúde e raramente sofrerá doenças. Por outro lado, uma enfermidade prolongada debilitará o Yuan Qi provocando alterações fisiológicas no corpo.

Ying Qi ou Qi nutritivo

É Qi ou energia, que se obtém dos alimentos, circula pelos meridianos do corpo e a sua função é a formação de sangue e fluidos essenciais.

 

Zong Qi ou Qi peitoral

Forma-se pela combinação do ar inalado pelos pulmões e pelo Qi nutritivo proveniente do estômago e do baço. Este deposita-se nos pulmões e tem como funções controlar a respiração, regular a voz e assistir o coração na sua função de controlar os canais sanguíneos.

 

Wei Qi ou Qi defensivo

Deriva do Qi nutritivo, circula fora dos meridianos e a sua função consiste em proteger a superfície muscular, controlar o abrir e o fechar dos poros e manter a humidade da pele e do cabelo. Como o seu nome indica defende o corpo dos factores externos patogénicos tais como o vento, humidade, calor, etc.

Os órgãos internos e os meridianos têm também o seu próprio tipo de Qi que se origina do Yuan Qi, Ying Qi, Zong Qi. O Qi deve circular por todo corpo e o seu movimento mudar de polaridade.

 

O exercício para o cultivo do Qi chama-se chikung.

Esta “ginástica energética” milenar está baseada na ideia de que o Qi pode ser influenciado pela respiração, pelo movimento e pela mente.

O Qi é controlado pelo DanTien médio que se encontra situado no centro do peito.

 

 

 

 

A teoria médica chinesa estabelece que o Qi depende da respiração para a sua circulação.

Autor

Deolinda Fernandes, ESMTC. (Especialista de Medicina Tradicional Chinesa).