Curso de Fitoterapia Ocidental e Oriental


herbs-906140_1920

Finalidade do Curso :

O Curso de Fitoterapia Ocidental e Oriental irá capacitar os formandos para a realização de um diagnóstico autónomo e para a aplicação terapêutica de plantas e fórmulas medicinais na prevenção e promoção da saúde, e na resolução, com qualidade e segurança, dos desequilíbrios funcionais presentes nas patologias comuns.

O Curso visa habilitar para o exercício profissional da Fitoterapia, sendo também adequado para profissionais de outras áreas de saúde e para os que apenas desejam sólidos conhecimentos nesta área para seu uso pessoal.

Coordenadora do Curso:

Detalhes do Curso:

Nome: Curso de Fitoterapia Ocidental e Oriental

Duração Total do Curso : 2 Anos

Total horas do Curso (horas de contacto+estudo dirigido+outras atividades do curso) : 2500 horas

Total horas de contacto: 800 horas

ID :CFOO
Edição: 1ª Edição
Formação de nível profissional para:

  • atuais ou futuros Profissionais de Saúde
  • entusiastas de plantas medicinais e Saúde Natural
Data: 2021 – Novas datas brevemente
Localização: Online
Regulamento: Consulte aqui

Informações:

Apresentação

A Fitoterapia ou medicina herbal é uma das terapêuticas mais importantes e mais antigas para a saúde no mundo, quer no seu restabelecimento quer na sua prevenção e promoção. A aplicação clínica da fitoterapia tem sido um processo continuado e ininterrupto que remonta há mais de 3000 anos, adaptando-se e respondendo com eficiência a diferentes condições de saúde e contextos de prática nos mais diferentes Países. Nos últimos anos o seu exercício tem motivado uma procura e interesse crescente não só das populações como dos investigadores em diferentes continentes.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (WHO Traditional Medicine Strategy 2014-2023), em 2012, 119 países tinham a prática da Medicina Herbal reconhecida e regulamentada. Em Portugal a profissão de Fitoterapeuta foi reconhecida e regulamentada pelas Leis 45/2003 e 71/2013 da Assembleia da República, seguidas de um conjunto de portarias regulamentares (ver site da ACSS Administração Central do Sistema de Saúde – Terapêuticas não Convencionais).

Numa época de ameaças globais à saúde, a aprendizagem e uso adequado das plantas medicinais pode contribuir não só para a eliminação dos factores patogénicos como também para a tonificação de diferentes sistemas do organismo, nomeadamente o imunitário, tendo ainda um efeito regulador sobre a actividade mental e emocional.

Neste Curso de Fitoterapia pretende-se dar uma formação sólida sobre o diagnóstico e tratamento fitoterápico combinando o rigor clínico do Diagnóstico da Medicina Tradicional Chinesa com a Tradição Fitoterapêutica Ocidental e com o moderno conhecimento científico das propriedades terapêuticas das principais plantas medicinais ocidentais e orientais.

As componentes de Dietética, Nutrição e Estilo de Vida permitem um tratamento combinado que, tendo por base o mesmo Diagnóstico, alargam e aprofundam o efeito preventivo e terapêutico.

O Curso cria condições para uma prática segura e eficiente ao acompanhar o aluno em situações de resolução de problemas de escolha e combinação de plantas, fórmulas e aconselhamento dietético e de estilo de vida em diferentes contextos de saúde.

Atualmente, na República Popular da China, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) conhece uma impressionante expansão. De acordo com os dados disponíveis é ensinada em mais de 260 Universidades, dispõe de uma rede hospitalar própria com cerca de 4000 hospitais e quase meio milhão de camas de internamento.

Apesar da importância da Acupunctura e da massagem Tuina, nesses hospitais o método terapêutico mais usado é a Fitoterapia, conjugando vários milénios de investigação clínica com a moderna pesquisa científica sobre plantas medicinais, numa síntese terapêutica eficiente e praticamente sem efeitos indesejáveis quando bem utilizada, que tem conquistado o crescente interesse e a confiança da população.

Nos países ocidentais, a tradição clássica de uso de plantas medicinais, de raiz greco-latina, chegou até aos nossos dias, apesar de tudo o que se perdeu ao longo da história por causa das intolerâncias e perseguições ideológicas, religiosas, políticas e corporativas.

A investigação científica moderna tem-se dedicado com afinco a esta área, sobretudo no que respeita ao conhecimento dos princípios ativos da flora medicinal ocidental e à confirmação e esclarecimento das suas propriedades terapêuticas.

Inserindo-se na confluência das correntes oriental e ocidental em fitoterapia, há mais de 20 anos que a ESMTC se posicionou junto do grupo de investigadores pioneiros que visam uma síntese entre as duas abordagens.

Aplicando o rigor e abrangência do Diagnóstico da MTC às plantas medicinais ocidentais, classificadas de acordo com as propriedades energéticas e tropismos funcionais da tradição médica chinesa, revelou-se possível levar mais longe a eficácia e a segurança no uso da flora medicinal do ocidente.

A experiência da ESMTC e dos seus professores no ensino e no uso clínico destes recursos terapêuticos permite assegurar uma formação de qualidade para o perfil de competências visado por este Curso de Fitoterapia Ocidental e Oriental. Este perfil acompanha de perto o conteúdo funcional da profissão de Fitoterapeuta definido na Portaria nº 207-E/2014 (https://www.acss.min-saude.pt//wp-content/uploads/2016/09/Portaria-207_E-2014.pdf).

No essencial, esta formação permite o domínio do Diagnóstico da MTC e o uso das fórmulas de plantas medicinais chinesas, acessíveis no mercado nacional, bem como, no mesmo quadro de competências, a utilização terapêutica da flora medicinal ocidental, mais acessível e popular entre nós.

 

Adicionalmente, a formação básica em ciências médicas ocidentais e o conhecimento das propriedades fitoquímicas das plantas, dos princípios do nutricionismo moderno, da dietética da MTC e das normas de estilo de vida para promoção da saúde e recuperação da doença, completam um quadro de competências compatível com uma aplicação de elevada qualificação, quer num contexto pessoal ou familiar, quer num exercício de natureza profissional.

De acordo com a Lei nº109/2019, de 9 de setembro (Art.º “19º, alínea 3) esta formação, uma vez concluída, permite a candidatura à Cédula Profissional de Fitoterapeuta junto da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), desde que em conjunto com outros requisitos adicionais, constantes da Portaria n.º 181/2014 de 12 de setembro.

Objectivos Gerais

São objetivos gerais do curso:

– Avaliar a saúde funcional individual e realizar um tratamento combinado de fitoterapia aconselhamento nutricional, dietético e de estilo de vida de acordo com o diagnóstico efetuado

– Elaborar e modificar o plano de tratamento fitoterápico combinado

– Entender, interpretar e aplicar as normas da prática segura, ética e deontológica

– Identificar, explicar e aplicar os princípios de prática da investigação como um sistema e processo crítico de inquérito no contexto dos cuidados de saúde em geral e da fitoterapia em particular.

 

Objectivos Específicos

No final do curso, os formandos deverão ser capazes de:

  • Avaliar o paciente;
  • Realizar o diagnóstico fitoterápico;
  • Realizar o tratamento combinando o tratamento de fitoterapia (plantas e fórmulas medicinais), com aconselhamento nutricional, dietético e de estilo de vida;
  • Definir, classificar e diferenciar os efeitos terapêuticos das principais plantas medicinais, fórmulas medicinais orientais e ocidentais e alimentos;
  • Prescrever plantas, fórmulas medicinais e alimentos de acordo com o diagnóstico diferencial;
  • Identificar, descrever e explicar a anatomia e as funções fisiológicas e bioquímicas essenciais à compreensão das causas, mecanismos, características clínicas e diagnóstico de doenças, tal como são entendidas pela biomedicina;

Programa e Avaliação

Unidades Curriculares  

Horas de Contacto

1ºAno – 1º Semestre

Anatomofisiologia 27h30m
Bioquímica 27h30m
Biologia Celular 27h30m
Ética, Deontologia e Desenvolvimento Pessoal 17h30
Introdução à Botânica 37h30
Métodos de Diagnóstico da Fitoterapia I 47h30

1º Ano – 2º Semestre

Dietética e Nutrição I 27h30m
Patologia I 27h30m
Teorias da Fitoterapia I – Plantas Medicinais Ocidentais 37h30
Química da Planta 27h30m
Teorias da Fitoterapia I – Plantas Medicinais Orientais 37h30
Métodos de Diagnóstico da Fitoterapia II 37h30

2º Ano – 3º Semestre

Patologia II 30h
Farmacologia 30h
Dietética e Nutrição II 30h
Teorias da Fitoterapia II – Fórmulas Medicinais (Ocidentais e Orientais) 40h
Métodos de Diagnóstico da Fitoterapia III 40h
Métodos Terapêuticos da Fitoterapia 40h

2º Ano – 4º Semestre

Metodologia da Investigação 30h
Farmacognosia e dispensário 20h
Teorias da Fitoterapia II- Fórmulas Medicinais (Ocidentais e Orientais) 40h
Métodos de Diagnóstico da Fitoterapia IV 40h
Métodos Terapêuticos da Fitoterapia 40h
Prática da Fitoterapia 40h
Total horas de contacto 800h
Total horas do Curso (horas de contacto+estudo dirigido+outras atividades do curso) 2500h

Avaliação

Os critérios de avaliação são apresentados no início da disciplina por cada professor.
A classificação final no curso resultará da média ponderada, numa escala de 0-20 valores, das classificações das várias disciplinas.

 

Início do Curso – 2021 – datas brevemente
Horário – o Curso é ministrado das 19h às 22h às terças e quintas e das 9h às 13h ao sábado

As aulas desde curso irão ser disponibilizadas para poderem ser assistidas posteriormente caso exista alguma incompatibilidade de horários.

As aulas serão dadas por video-conferência em direto através da plataforma zoom que deverá instalar no dispositivo que irá utilizar.

 

 

Destinatários:

Profissionais das Terapêuticas não Convencionais

Profissionais de Saúde em geral

Interessados em Fitoterapia e Saúde Natural com 12º ano ou superior

(Existe possibilidade submeter pedidos de equivalência, com dispensa de Avaliação nas disciplinas abrangidas por esse regime mas mantendo-se o direito de acesso à totalidade das aulas)

Os candidatos à frequência do Cursos e-Learning deverão:

  • Ter acesso a um computador ou telemóvel com ligação à Internet e um browser ( exemplos: Chrome, Internet Explorer, Firefox, … )
  • Ter conhecimentos de informática na óptica do utilizador
  • Instalar a plataforma ZOOM

Inscrição :

 

Inscreva-se Online

Será redireccionado para a plataforma ESMTC e-Learning, para poder comparar, registar-se e ter acesso ao curso Online

Investimento

O valor da anuidade é de 1.270,00€

Pronto pagamento – 1147,00€

Pagamento em prestações 10 x 127,00€ -sendo que a primeira prestação deverá ser paga no acto da inscrição, as restantes de Novembro a Julho com comprovativo de transferência permanente

A transferência permanente pode ser feita através do seu homebanking ou então directamente ao balcão do seu banco, devendo entregar no momento da inscrição o comprovativo desta ordem.

 

Formadores:

Certificação:

Este curso é certificado pela DGERT.

No final do curso será emitido um Certificado de Formação Profissional, conforme legislação em vigor (Portaria nº 474/2010 de 8 de julho), a todos os e-formandos que concluírem com aproveitamento

Detalhes do Curso:

Nome: Curso de Fitoteriapia Ocidental e Oriental Edição: 1ª Edição

Duração Total do Curso : 2 Anos

Total horas do Curso (horas de contacto+estudo dirigido+outras atividades do curso) : 2500 horas

Total horas de contacto: 830 horas

Formação de nível profissional para:

  • atuais ou futuros Profissionais de Saúde
  • entusiastas de plantas medicinais e Saúde Natural
ID :CFOO Data: 2021 – Novas datas brevemente
Regulamento: Consultar aqui Localização: Online

Informações :

Apresentação

A Fitoterapia ou medicina herbal é uma das terapêuticas mais importantes e mais antigas para a saúde no mundo, quer no seu restabelecimento quer na sua prevenção e promoção. A aplicação clínica da fitoterapia tem sido um processo continuado e ininterrupto que remonta há mais de 3000 anos, adaptando-se e respondendo com eficiência a diferentes condições de saúde e contextos de prática nos mais diferentes Países. Nos últimos anos o seu exercício tem motivado uma procura e interesse crescente não só das populações como dos investigadores em diferentes continentes.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (WHO Traditional Medicine Strategy 2014-2023), em 2012, 119 países tinham a prática da Medicina Herbal reconhecida e regulamentada. Em Portugal a profissão de Fitoterapeuta foi reconhecida e regulamentada pelas Leis 45/2003 e 71/2013 da Assembleia da República, seguidas de um conjunto de portarias regulamentares (ver site da ACSS Administração Central do Sistema de Saúde – Terapêuticas não Convencionais).

Numa época de ameaças globais à saúde, a aprendizagem e uso adequado das plantas medicinais pode contribuir não só para a eliminação dos factores patogénicos como também para a tonificação de diferentes sistemas do organismo, nomeadamente o imunitário, tendo ainda um efeito regulador sobre a actividade mental e emocional.

Neste Curso de Fitoterapia pretende-se dar uma formação sólida sobre o diagnóstico e tratamento fitoterápico combinando o rigor clínico do Diagnóstico da Medicina Tradicional Chinesa com a Tradição Fitoterapêutica Ocidental e com o moderno conhecimento científico das propriedades terapêuticas das principais plantas medicinais ocidentais e orientais.

As componentes de Dietética, Nutrição e Estilo de Vida permitem um tratamento combinado que, tendo por base o mesmo Diagnóstico, alargam e aprofundam o efeito preventivo e terapêutico.

O Curso cria condições para uma prática segura e eficiente ao acompanhar o aluno em situações de resolução de problemas de escolha e combinação de plantas, fórmulas e aconselhamento dietético e de estilo de vida em diferentes contextos de saúde.

Atualmente, na República Popular da China, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) conhece uma impressionante expansão. De acordo com os dados disponíveis é ensinada em mais de 260 Universidades, dispõe de uma rede hospitalar própria com cerca de 4000 hospitais e quase meio milhão de camas de internamento.

Apesar da importância da Acupunctura e da massagem Tuina, nesses hospitais o método terapêutico mais usado é a Fitoterapia, conjugando vários milénios de investigação clínica com a moderna pesquisa científica sobre plantas medicinais, numa síntese terapêutica eficiente e praticamente sem efeitos indesejáveis quando bem utilizada, que tem conquistado o crescente interesse e a confiança da população.

Nos países ocidentais, a tradição clássica de uso de plantas medicinais, de raiz greco-latina, chegou até aos nossos dias, apesar de tudo o que se perdeu ao longo da história por causa das intolerâncias e perseguições ideológicas, religiosas, políticas e corporativas.

A investigação científica moderna tem-se dedicado com afinco a esta área, sobretudo no que respeita ao conhecimento dos princípios ativos da flora medicinal ocidental e à confirmação e esclarecimento das suas propriedades terapêuticas.

Inserindo-se na confluência das correntes oriental e ocidental em fitoterapia, há mais de 20 anos que a ESMTC se posicionou junto do grupo de investigadores pioneiros que visam uma síntese entre as duas abordagens.

Aplicando o rigor e abrangência do Diagnóstico da MTC às plantas medicinais ocidentais, classificadas de acordo com as propriedades energéticas e tropismos funcionais da tradição médica chinesa, revelou-se possível levar mais longe a eficácia e a segurança no uso da flora medicinal do ocidente.

A experiência da ESMTC e dos seus professores no ensino e no uso clínico destes recursos terapêuticos permite assegurar uma formação de qualidade para o perfil de competências visado por este Curso de Fitoterapia Ocidental e Oriental. Este perfil acompanha de perto o conteúdo funcional da profissão de Fitoterapeuta definido na Portaria nº 207-E/2014 (https://www.acss.min-saude.pt//wp-content/uploads/2016/09/Portaria-207_E-2014.pdf).

No essencial, esta formação permite o domínio do Diagnóstico da MTC e o uso das fórmulas de plantas medicinais chinesas, acessíveis no mercado nacional, bem como, no mesmo quadro de competências, a utilização terapêutica da flora medicinal ocidental, mais acessível e popular entre nós.

 

Adicionalmente, a formação básica em ciências médicas ocidentais e o conhecimento das propriedades fitoquímicas das plantas, dos princípios do nutricionismo moderno, da dietética da MTC e das normas de estilo de vida para promoção da saúde e recuperação da doença, completam um quadro de competências compatível com uma aplicação de elevada qualificação, quer num contexto pessoal ou familiar, quer num exercício de natureza profissional.

De acordo com a Lei nº109/2019, de 9 de setembro (Art.º “19º, alínea 3) esta formação, uma vez concluída, permite a candidatura à Cédula Profissional de Fitoterapeuta junto da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), desde que em conjunto com outros requisitos adicionais, constantes da Portaria n.º 181/2014 de 12 de setembro.

Objectivos Gerais

São objetivos gerais do curso:

– Avaliar a saúde funcional individual e realizar um tratamento combinado de fitoterapia aconselhamento nutricional, dietético e de estilo de vida de acordo com o diagnóstico efetuado

– Elaborar e modificar o plano de tratamento fitoterápico combinado

– Entender, interpretar e aplicar as normas da prática segura, ética e deontológica

– Identificar, explicar e aplicar os princípios de prática da investigação como um sistema e processo crítico de inquérito no contexto dos cuidados de saúde em geral e da fitoterapia em particular.

 

Objectivos Específicos

No final do curso, os formandos deverão ser capazes de:

  • Avaliar o paciente;
  • Realizar o diagnóstico fitoterápico;
  • Realizar o tratamento combinando o tratamento de fitoterapia (plantas e fórmulas medicinais), com aconselhamento nutricional, dietético e de estilo de vida;
  • Definir, classificar e diferenciar os efeitos terapêuticos das principais plantas medicinais, fórmulas medicinais orientais e ocidentais e alimentos;
  • Prescrever plantas, fórmulas medicinais e alimentos de acordo com o diagnóstico diferencial;
  • Identificar, descrever e explicar a anatomia e as funções fisiológicas e bioquímicas essenciais à compreensão das causas, mecanismos, características clínicas e diagnóstico de doenças, tal como são entendidas pela biomedicina;

Programa e Avaliação

Unidades Curriculares  

Horas de Contacto

1ºAno – 1º Semestre

Anatomofisiologia 27h30
Bioquímica 27h30
Biologia Celular 27h30
Ética, Deontologia e Desenvolvimento Pessoal 17h30
Introdução à Botânica 37h30
Métodos de Diagnóstico da Fitoterapia I 47h30

1º Ano – 2º Semestre

Dietética e Nutrição I 27h30
Patologia I 27h30
Teorias da Fitoterapia I – Plantas Medicinais Ocidentais 37h30
Química da Planta 27h30
Teorias da Fitoterapia I – Plantas Medicinais Orientais 37h30
Métodos de Diagnóstico da Fitoterapia II 37h30

2º Ano – 3º Semestre

Patologia II 30h
Farmacologia 30h
Dietética e Nutrição II 30h
Teorias da Fitoterapia II – Fórmulas Medicinais (Ocidentais e Orientais) 40h
Métodos de Diagnóstico da Fitoterapia III 40h
Métodos Terapêuticos da Fitoterapia 40h

2º Ano – 4º Semestre

Metodologia da Investigação 30h
Farmacognosia e dispensário 20h
Teorias da Fitoterapia II- Fórmulas Medicinais (Ocidentais e Orientais) 40h
Métodos de Diagnóstico da Fitoterapia IV 40h
Métodos Terapêuticos da Fitoterapia 40h
Prática da Fitoterapia 40h
Total horas de contacto 800h
Total horas do Curso (horas de contacto+estudo dirigido+outras atividades do curso) 2500h

Avaliação

Os critérios de avaliação são apresentados no início da disciplina por cada professor.
A classificação final no curso resultará da média ponderada, numa escala de 0-20 valores, das classificações das várias disciplinas.

 

Início do Curso – 2021 – Novas datas brevemente
Horário – o Curso é ministrado das 19h às 22h às terças e quintas e das 9h às 13h ao sábado

As aulas desde curso irão ser disponibilizadas para poderem ser assistidas posteriormente caso exista alguma incompatibilidade de horários.

As aulas serão dadas por video-conferência em direto através da plataforma zoom que deverá instalar no dispositivo que irá utilizar.

 

 

Destinatários:

Profissionais das Terapêuticas não Convencionais

Profissionais de Saúde em geral

Interessados em Fitoterapia e Saúde Natural com 12º ano ou superior

(Existe possibilidade submeter pedidos de equivalência, com dispensa de Avaliação nas disciplinas abrangidas por esse regime mas mantendo-se o direito de acesso à totalidade das aulas)

Os candidatos à frequência do Cursos e-Learning deverão:

  • Ter acesso a um computador ou telemóvel com ligação à Internet e um browser ( exemplos: Chrome, Internet Explorer, Firefox, … )
  • Ter conhecimentos de informática na óptica do utilizador
  • Instalar a plataforma ZOOM

Inscrição :

 

Inscreva-se Online

Será redireccionado para a plataforma ESMTC e-Learning, para poder comparar, registar-se e ter acesso ao curso Online

Investimento

O valor da anuidade é de 1.270,00€

Pronto pagamento – 1147,00€

Pagamento em prestações 10 x 127,00€ -sendo que a primeira prestação deverá ser paga no acto da inscrição, as restantes de Novembro a Julho com comprovativo de transferência permanente

A transferência permanente pode ser feita através do seu homebanking ou então directamente ao balcão do seu banco, devendo entregar no momento da inscrição o comprovativo desta ordem.

Formadores:

Certificação:

Este curso é certificado pela DGERT.

No final do curso será emitido um Certificado de Formação Profissional, conforme legislação em vigor (Portaria nº 474/2010 de 8 de julho), a todos os e-formandos que concluírem com aproveitamento

Inscreva-se Online

Será redireccionado para a plataforma ESMTC e-Learning, para poder comparar, registar-se e ter acesso ao curso Online

Pedido de Informações:

    Nome

    Email

    Como teve Conhecimento deste curso?

    Aceita que podemos processar os seus dados de acordo com as Regras de Protecção de dados da ESMTC.

    Consulte aqui as Regras de Protecção de dados

    Cursos

    Deixe uma resposta