Fitoterapia


FAQ's

Qual a importância da fitoterapia chinesa?

A fitoterapia chinesa obriga o paciente a ser independente, isto é, a ser responsável por si mesmo, uma vez que tem de fazer a preparação dos chás medicinais e tomar de acordo com as prescrições. Nos finais dos anos 60, a Organização mundial de saúde, incluiu a fitoterapia no planeamento de cuidados de saúde nos países menos desenvolvidos, porque a utilização de plantas é mais barata e acessível ao povos mais carenciados.

Actualmente a fitoterapia chinesa é praticada em muitos países por terapeutas qualificados e cada vez mais esta arte de tratar com plantas irá florescer ao longo do tempo.

As plantas são todas compatíveis?

Na fitoterapia chinesa usam-se plantas que podem ser incompatíveis. Para isso, conhecem-se plantas que têm propriedades semelhantes àquelas que são incompatíveis, por isso são substituídas e muitas das vezes por mais do que uma.

Qual a diferença entre fitoterapia chinesa e acupunctura?

Ambos são métodos de tratamento usados na Medicina Tradicional Chinesa (MTC). Mas enquanto que na acupunctura são utilizadas agulhas próprias para o efeito, na fitoterapia são utilizadas plantas.

Esta massagem tem como fim restabelecer os equilíbrios energéticos, enquanto que outros tipos de massagem visam só e unicamente o relaxamento e irrigação muscular.

Além disso é exercida sobre os mesmos pontos e meridianos usados na Acupunctura e segundo critérios semelhantes. Poderia ser designada como acupunctura sem agulhas, embora a eficácia nas várias patologias varie entre as duas.

Em que casos deve ser aplicada Fitoterapia ou Acupunctura?

Em que casos deve ser aplicada Fitoterapia ou Acupunctura?

Apesar de poderem ser aplicados individualmente, normalmente, são usados em conjunto. A acupunctura é mais eficaz em síndromes de excesso, enquanto a fitoterapia obtém melhores efeitos em síndromes de deficiência. De qualquer modo, pode-se usar a acupunctura em deficiências e a fitoterapia em plenitudes.

Como na maioria dos casos uma síndrome de excesso é provocada por uma síndrome de deficiência, é conveniente fazer o tratamento em simultâneo. Por outro lado, a fitoterapia também reforça o efeito do tratamento da acupunctura, o que os permite espaçar, algo muito conveniente na nossa sociedade, já que na China os tratamentos de acupunctura são diários.

Centro de Consultas de Acupunctura e Medicina Tradicional Chinesa

Veja todas as informações das nossas consultas

fitoterapia

A Fitoterapia é o mais antigo sistema de cura do mundo

A Medicina Herbal Chinesa ou Fitoterapia Tradicional Chinesa é uma área que se insere dentro de uma  tradição alargada conhecida como  Medicina Tradicional Chinesa (MTC) onde se inclui também a acupunctura, a massagem, os exercícios energéticos e a dietoterapia. Todas elas englobadas dentro de um único sistema teórico que  partilha um diagnóstico comum

A Fitoterapia Tradicional Chinesa evoluiu ao longo de 3 milénios, sem qualquer interrupção até aos dias de hoje gozando na Ásia de estatuto igual à Medicina Ocidental nomeadamente a partilha do sistema hospitalar estatal  em partes iguais entre hospitais de Medicina Tradicional Chinesa e hospitais  de Medicina Convencional  e estabelecendo  entre eles relações de trabalho prático de grande eficiência.

Esta forte continuidade sem a quebra de registos escritos desde o terceiro século A.C. baseado em milhares de anos de experiência clínica permitiu  desenvolver tratamentos práticos altamente eficientes para as doenças de hoje.

Estes tratamentos  assentam em princípios e teorias básicas acerca da doença e da saúde partilhados  por profissionais de MTC em todo o Mundo.

As fórmulas compreendem habitualmente uma mistura de plantas, onde cada planta desempenha um determinado papel para se alcançar o efeito terapêutico desejado.

Durante muitos milhares de anos, gerações de especialistas de MTC compreenderam e utilizaram os benefícios dos efeitos sinérgicos obtidos pela arte de combinação das plantas medicinais de tal modo que muitas das fórmulas mais antigas  são ainda utilizadas de forma regular na prática clínica.

Quais os benefícios de usar plantas em vez de químicos?

O uso de plantas simples ou em fórmulas é mais saudável desde que se saiba o que se está a fazer, pois o uso destas não é tão neutro quanto isso. Muitas pessoas dizem que o que é natural não faz mal. Isso não corresponde à verdade. Quando não se sabe o que se está fazer, a utilização de uma planta ou de uma fórmula podem ser desastrosas.

Evidentemente que o uso de plantas, desde que bem aplicadas, tem um efeito lento mas melhor que o do químico. Isto porque um químico, por muito bem que faça vai intoxicar o organismo e obrigá-lo a reagir com mais violência à presença de algo estranho que ele quer rejeitar. O mesmo também acontece com as plantas, podendo acontecer crises curativas enquanto se toma uma fórmula ou planta.

No entanto, esta é passageira e o corpo resiste melhor porque os constituintes das plantas são compostos químicos em menor quantidade.

O organismo consegue-se limpar mais rapidamente, porque os seus efeitos são dirigidos simplesmente para a doença.

Pré Marcação de Consulta de Massagem Terapêutica Tui Na

Nome

Email

Número de Telefone

Como teve conhecimento do nosso centro de consultas?

Seleccione a data da consulta

A pré marcação de consulta neste formulário é apenas indicativa. Será contactado(a) para confirmar o agendamento.