Yuan, Jing e Zong – O Céu, a Terra e o Ser Humano – Parte 3 (Prof. Juvenal Branco)


São 3 as energias hereditárias: a que vem do Cosmos, a essência vital do nosso corpo e a que está ligada a todos os ritmos biológico. Descubra-as.

As 3 energias hereditárias (yuan, jing, zong)

Dizer que o Ser Humano é o ponto de contacto entre o Céu e a Terra significa que é também o elo de uma cadeia que liga o infinito do Céu ao infinito da Terra. É um modo para exprimir a eternidade.

Os chineses exprimem esta ideia da vida transmitida de um ser ao outro, desde tempos infinitos, através de uma ideia dinâmica: a dos sopros hereditários ou energias ancestrais.

As energias ancestrais ou hereditárias são três, como tudo aquilo que se refere à Criação. Na numerologia chinesa, três é o número que define os meios na origem de cada Criação. Estas energias são chamadas: yuan, jing e zong.

Yuan

Significa “o que surge”, representa o mistério da vida, aquela energia formidável que vem do Cosmos e faz com que, da união de duas células, nasça um ser vivo. É esta mesma força que preside à formação da Terra, das plantas, das estrelas, à criação do Homem, dos animais, etc.

Com efeito, yuan é a vida que nos é dada, que tem uma duração limitada, definida e que cada ser, mediante uma certa disciplina de vida, deveria procurar levar até ao fim que lhe está fixado, sem a desperdiçar com excessos de fadiga, sentimentos, alimentos, bebidas, etc. Yuan pertence ao “Céu anterior“, que é origem e fim de cada coisa.

Jing

É a essência das coisas; é a essência vital das duas células primordiais, óvulo e espermatozóide, cuja fusão não será produtiva, senão graças à intervenção de Yuan.

Jing existe em todas as coisas e é a origem de cada coisa. É o ovo, do qual emana cada vida, que será mantida pela indução dos outros jings, provenientes tanto da alimentação como da respiração. Contrariamente ao yuan, que é energia pura, jing representa a matéria-prima, indiferenciada, o material de base de cada coisa, a substância fundamental, da qual será formada cada célula do nosso corpo. Porém, só será vital depois depois de ter sido animada pela energia vital yuan. Jing tem a sua origem no “Céu anterior” e mantém-se activo graças ao “Céu posterior“.

Zong

Zong - caractere chinês

       Zong – caractere chinês

O ideograma que representa Zong significa “ancestral”. É representado pela hereditariedade transmitida de pai para filho. Porém, não se trata somente de uma hereditariedade no sentido biológico do termo, que se traduz por um certo aspecto tipológico, fisiológico ou patológico. Zong é também o que faz com que um ser pertença a uma raça, a um clã, a uma família, com hábitos, costumes e modos de ser. Por isso, Zong está ligado, no corpo, a todos os ritmos biológicos e, em particular, aos mais visíveis, que são a respiração e a circulação do sangue. Zong pertence ao “Céu posterior”. Provém dos progenitores e vai sendo mantido activo no corpo, graças à alimentação e à respiração que têm uma importância essencial na manutenção das características vitais.

 

Prof. Guilherme Juvenal Branco (revisão equipa ESMTC, 2020)

 

Ler também

As origens do Chi - O Céu, a Terra e o Ser Humano - Parte 1 

As origens do Chi - O Céu, a Terra e o Ser Humano - Parte 2